CRCMG participa do lançamento do Projeto Piloto do Sistema AJ-JT, para cadastro de peritos

Publicado em: 12 | 02 | 2020

por Assessoria de Comunicação do CRCMG

No dia 4 de fevereiro, foi lançado, nacionalmente, o projeto piloto do Sistema de Assistência Judiciária da Justiça do Trabalho (AJ-TJ), no qual peritos, intérpretes e tradutores deverão se cadastrar para atuarem judicialmente.

A solenidade aconteceu no Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT/MG), com presença do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro João Batista Brito Pereira, e do corregedor geral da Justiça do Trabalho, ministro Lélio Bastos Corrêa. Participaram, também, a conselheira do CRCMG, Cristina Lisbôa Vaz de Mello, e outras autoridades.

Durante o evento, o ministro Brito Pereira salientou as vantagens do novo cadastro, que proporcionará um maior controle dos gastos públicos e o aumento da transparência na nomeação de  profissionais efetivamente capacitados para o trabalho. Já o desembargador José Murilo de Morais destacou que haverá maior facilidade na nomeação de peritos pelos magistrados do interior.

A conselheira Cristina Lisbôa, em seu pronunciamento, também destacou a dificuldade encontrada pelos juízes do interior, na nomeação de peritos. De acordo com ela, hoje, o cadastro de perito é feito no site do Tribunal, por comarca, o que acarreta um pequeno número de profissionais cadastrados em algumas varas do interior. “Agora, teremos um sistema nacional, e alguns peritos poderão trabalhar em processos ajuizados em qualquer município, sem sair de casa, comodidade proporcionada não só pelo AJ-JT, mas também pelo Processo Judicial eletrônico (PJe)”, destacou ela.

A desembargadora responsável pela implantação em Minas Gerais, Ana Maria Rebouças, afirmou que a transparência, a impessoalidade e a segurança jurídica farão parte do processo. Além disso, explicou que o sistema antigo de cadastramento continuará funcionando, mas, com o tempo, somente os peritos, intérpretes e tradutores cadastrados no AJ-JT serão nomeados para atuação processual.